Famosos

Whindersson se revolta com internautas por repercussão de biografia

Whindersson Nunes lançou na última semana a sua biografia Vivendo Como Um Guerreiro. O humorista ficou preocupado com a repercussão e na última quinta-feira (16) foi às redes sociais pedir que os fãs não relacionassem sua obra apenas com o casamento que ele teve com a cantora Luísa Sonza. “Eu cuidei tanto para não pensarem nada ruim, contei como ela me ajudou, até com minha autoestima, deixei bem claro que ela não tinha nada a ver com meu fundo do poço. De verdade, não me sinto seguro para falar mais nada, não quero mais essa vida pra mim”, escreveu ele na rede social do passarinho azul.

Em um dos trechos do livro, Whindersson falou sobre os problemas que teve com drogas e citou de forma breve o fim do relacionamento com a artista. Para os leitores, a presença dela no texto se tornou o foco. “Eu não fiz uma biografia para falar de Luísa. Isso deve ter duas páginas. Eu não falei mal dela, meu livro fala sobre minha vida inteira. Estou de saco cheio”, disse o influenciador. Whindersson Nunes ainda ressaltou que Luísa estava sendo atacada por causa da repercussão da obra e pediu que internautas parassem de atormentar a vida da artista. “Eu já falei com a Luísa, já pedi desculpas e entendi tudo. Só vocês fãs fazem a vida dela e a minha”, avisou.

Na biografia, ele afirmou ter se “lançado no abismo” após o término com Sonza, mas explicou que ela não teve culpa por seu vício. “Houve um período muito duro da minha vida em que eu não conseguia ficar sem as drogas. Teve um mês, quando o relacionamento com a Luísa terminou, que eu fiquei sem chão”, escreveu. O artista ressaltou também que já usava drogas antes de conhecê-la. “No dia em que eu encontrei a Luísa, eu estava virado de droga, não estava bem, estava em busca do que eu não sabia. Eu vinha de outro término, enfim, essa área da vida eu não domino mesmo, como podem perceber. Quando a vi, pela primeira vez, eu a vi no efeito da droga. Eu a vi meio que brilhando”, disse Whindersson Nunes no livro.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *