24/10/2021

30 milhões: Governo do Maranhão prorroga restrições até 14 de junho e anuncia editais de incentivo à Cultura

O governo do estado do Maranhão prorrogou o regime de restrições vigente em todo o Estado, no que se refere a horários, uso de máscara e distanciamento. A prorrogação das medidas restritivas foi anunciada pelo governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), durante coletiva realizada na manhã desta sexta-feira (4).

Nossas Rádios



O comércio e a indústria podem funcionar de 9h às 21h. Já bares e restaurantes, até às 23h. Supermercados das 6h à 0h. Além deles, supermercados, academias, salões, bares e restaurantes estão autorizados a funcionar, todos com apenas 50% da capacidade total. Apoio à Cultura Flávio Dino anunciou que, nas próximas semanas, em conformidade com a Lei Adir Blanc, o governo, por meio da Secretaria de Cultura do Maranhão (Secma), vai lançar editais com valor de cerca de R$ 30 milhões. Tendo em vista as severas restrições ao setor cultural, serão lançados editais que apoiem o segmento das danças, artes plásticas, teatro, cinema, artesanato e outros. Vacinas contra a Covid-19 O governador informou que novas doses de vacinas contra a Covid-19 serão distribuídas a 123 municípios que atingiram 85% ou mais de doses aplicadas. E chamou atenção para o elevado número de municípios que não poderão receber, neste instante, novas doses por não alimentar o sistema de vacinados ou por não aplicar vacinas recebidas.

Apoio à Cultura
Flávio Dino anunciou que, nas próximas semanas, em conformidade com a Lei Adir Blanc, o governo, por meio da Secretaria de Cultura do Maranhão (Secma), vai lançar editais com valor de cerca de R$ 30 milhões. Tendo em vista as severas restrições ao setor cultural, serão lançados editais que apoiem o segmento das danças, artes plásticas, teatro, cinema, artesanato e outros.

Vacinas contra a Covid-19
O governador informou que novas doses de vacinas contra a Covid-19 serão distribuídas a 123 municípios que atingiram 85% ou mais de doses aplicadas. E chamou atenção para o elevado número de municípios que não poderão receber, neste instante, novas doses por não alimentar o sistema de vacinados ou por não aplicar vacinas recebidas.  O número de cidades maranhenses que aplicou 85% ou mais vacinas caiu com relação dia 27 de maio, que era de 155 municípios. Um município não aplicou sequer 40% das vacinas recebidas.

Para ajudar a impulsionar a vacinação, o governo realiza um mutirão em 11 cidades.  “Devemos avançar nesta semana 100 mil vacinas aplicadas nessas 11 cidades”, disse Dino, acrescentando que foram mobilizados 700 profissionais do Estado para os municípios. Ainda sobre imunizante, o governador informou que na tarde desta sexta-feira haverá uma reunião da Anvisa sobre a vacina russa Sputnik V. “Nós temos uma expectativa altamente positiva de que diante a juntada de novos documentos seja possível a liberação da vacina. Quanto mais vacinas, mais possibilidades da população interessada receber essa proteção”, afirmou.

Ocupação de leitos
Dino ainda demostrou a preocupação com o crescimento da taxa de internação no Maranhão, apontando um quadro de saturação da rede hospitalar de São Luís. “Tenho recebido, diariamente, pedidos da rede privada de São Luís querendo transferir para a rede pública”, disse.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou, em boletim epidemiológico divulgado na noite desta quinta (3), que a taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com o novo coronavírus na Grande Ilha está em 97,77%. Isso significa que estão disponíveis apenas seis dos 269 leitos destinados para pacientes de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa, além dos casos graves vindos de cidades do interior do Estado.
Em relação aos leitos de enfermaria ou leitos clínicos na Grande Ilha, a taxa de ocupação está em 93,05%. Dos 532 leitos disponíveis, 495 estão ocupados e 37 livres. Dois hospitais da rede particular, São Domingos e UDI, atingiram a lotação máxima nos leitos para Covid. O governador frisou que não só o Estado, mas todos os municípios devem se esforçar para abrir novos leitos.

Uma reunião a ser realizada hoje vai tratar da especialização das UPAs no tratamento da Covid-19. O governo vai abrir na segunda-feira (7) 10 leitos de UTI em Grajaú. Em São Luís, 10 novos leitos já em funcionamento e mais 10 devem ser abertos até domingo (6).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desculpe, mas você não pode copiar o conteúdo desta página.