28/11/2021

Almoço em Brasília reúne presidentes de partidos do centro

À procura de uma alternativa a Lula e a Jair Bolsonaro na eleição do ano que vem, presidentes de partidos do centro almoçam, hoje, em Brasília, por sugestão do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), ele mesmo um possível candidato.

Nossas Rádios

Confirmaram presença: ACM Neto (DEM), Baleia Rossi (MDB), Bruno Araújo (PSDB), Roberto Freire (CIDADANIA) e José Luiz Pena (PV). Paulinho da Força Sindical (SOLIDARIEDADE) mandará representante.

Segundo Mandetta, a reunião tem como objetivo responder a três questões: 1) Esses partidos acham possível apoiar um único nome à próxima eleição presidencial?; 2) Que pontos deveriam constar da proposta do candidato?; 3) Vale a pena continuar conversando?

De trás para frente. As conversas continuarão e ninguém se negará a isso. Pontos para serem defendidos por um eventual candidato do grupo não são tão difíceis de ser encontrados. Quanto à escolha de um candidato só… Aí reside o nó.

ACM Neto rompeu com João Doria, governador de São Paulo, que quer ser o candidato do PSDB. Se o candidato for outro, ele não descarta seu apoio. Por enquanto, está próximo de Ciro Gomes, candidato do PDT, partido dividido.

Uma ala numerosa do PDT quer forçar o entendimento entre Ciro e Lula para que a esquerda não vá rachada às urnas de 2022. Lula topa a ideia porque se considera, e de fato é, mais forte. Ciro, não, para evitar ser engolido.

Rossi não sabe muito bem para onde caminhará o MDB. Seu partido tem a vocação de não indicar candidato próprio a presidente para depois aderir ao governo, seja ele qual for. O mais provável é que vote em Lula, Bolsonaro, Ciro e quem mais vier.

Araújo é contra a candidatura de Doria, embora finja que não é. Ligado ao deputado Aécio Neves (PSDB-MG), preferiria que o partido empregasse o dinheiro do Fundo Partidário para eleger governadores, senadores e deputados federais.

Freire tinha um candidato a presidente da República até a madrugada de hoje, quando o apresentador Luciano Huck anunciou que renovará contrato com a Rede Globo para suceder Fausto Silva nas tardes de domingo. O CIDADANIA ficou órfão.

Não importa tanto assim o que Pena e o emissário de Paulinho da Força Sindical possam pensar. Em 2018, o PV só elegeu 27 deputados estaduais e 4 federais; no ano passado, 47 prefeitos e 805 vereadores. É mais uma grife do que um partido.

O SOLIDARIEDADE de Paulinho é um partido de passagem. O senador Eduardo Gomes (TO), eleito em 2018, saiu do partido em janeiro de 2019. O vice-governador de Roraima, Frutuoso Lins, esteve filiado ao partido entre setembro de 2019 e agosto de 2020.

Bom almoço para todos. Valeu, Mandetta, pelo esforço!

*Com informações do Blog do Noblat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desculpe, mas você não pode copiar o conteúdo desta página.