23/10/2021

Final: Ana pressiona Eva e faz exigência em troca de boa convivência; entenda!

Cansada do modo como Eva (Ana Beatriz Nogueira) trata Manuela (Marjorie Estiano), Ana (Fernanda Vasconcellos) decidirá pressionar a mãe e fazer uma exigência a ela em troca de continuar mantendo um bom convívio familiar com a mesma na reta final da reprise de A Vida da Gente.

Tudo acontecerá quando a vilã for ao encontro da filha preferida na capela do hospital, enquanto ela estiver rezando pela saúde de Júlia (Jesuela Moro), que terá feito uma cirurgia. “Não fica assim, vai dar tudo certo. Ela é uma criança iluminada, Deus não vai permitir que nada de mau aconteça com ela”, acalmará a megera.

Veja também: resumo dos próximos capítulos de A Vida da Gente

“Ok, mas acontece que a minha irmã também está sendo operada neste momento”, lembrará a protagonista, se referindo a Manuela (Marjorie Estiano). “Quanto a isso, eu não quis falar nada com medo de ser mal interpretada. Manuela sempre teve a saúde debilitada desde criança. Até um vento forte parecia que ia derrubar essa menina. Ninguém sabe em que estado está esse fígado”, rebaterá a “sem coração”.

Diante disso, a personagem de Fernanda Vasconcellos, então, achará melhor ir embora do local e deixar sua mãe falando sozinha. “Eu já acabei e para sempre, mãe. Porque nem em um momento como esse você é capaz de dar trégua, de se deixar tocar”, se irritará a ex de Rodrigo (Rafael Cardoso). “Mas eu estou solidária”, retrucará a cara de pau.

Em seguida, a ex-tenista, já sem paciência, sentenciará: “Está sim, a você mesma. E ao seu único interesse que é me afastar de todo mundo, da minha irmã e fazer de mim uma coisa sua. Mas ouve o que eu vou te dizer. Ou você resolve isso de uma vez por todas ou eu não vou mais ser sua filha”.

Porém, a ex-mulher de Jonas (Paulo Betti) não se deixará levar pelo que a jovem lhe disse e fará questão de afirmar que não aceitará ameaças. Em contrapartida, a neta de Iná (Nicette Bruno) disparará: “Não é uma ameaça, mas a constatação do tamanho da sua loucura. E eu te digo mais. Uma mãe que é capaz de criar entre duas irmãs uma equação perversa, tudo para uma e nada para outra, não é uma mãe. Por isso, eu te digo e, desta vez, é muito sério: ou você tenta agir como uma pessoa equilibrada e humana como a Manuela sempre mereceu ou eu não vou mais relacionar com você”. As cenas vão ao ar nesta quinta-feira (05), na edição especial da trama de Lícia Manzo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desculpe, mas você não pode copiar o conteúdo desta página.