27/11/2021

Helena descobre que Luna morreu, se apavora e Mário a inferniza com notícia: “Eu imploro”

Em Salve-se Quem Puder, um dos momentos mais aguardados pelo público está prestes acontecer. Helena (Flávia Alessandra) e Mário (Murilo Rosa) se reencontrarão e terão uma conversa para resolver a história deles, mas ela será humilhada pelo bonitão.

Nossas Rádios

Nos próximos capítulos, Mário irá até a Empório e chegará gritando pelo nome de Helena. Seguranças do local irão conter o homem e a polícia será chamada. Helena, por sua vez, vai averiguar o que está acontecendo e ficará chocada a encontrar com Mário.

“Não pode ser! Não pode!”, dirá ela. “Eu devo estar louca! O Mário tá morto”, dirá Helena para si. A polícia chegará no local e Helena responderá que está tudo bem e que precisa conversar com aquele homem. Segundo o Arteblitz, instantes depois, os dois ficarão a sós e a empresária tocará no rosto do ex-marido. “Você… É real mesmo”, falará ela.

Mário mostrará estranheza com o gesto da loira. Em seguida, o chef começará a avaliar a sala luxuosa de Helena. “Então, era isso o que cê queria. Cê deve estar muito orgulhosa de si mesma, né?”, alfinetará ele. A loira abraçará o homem aos prantos. “Que saudade, meu amor. Você não sabe o que eu vivi todos esses an…””. Em seguida será surpreendida com a recusa de Mário. Ele segurará seus braços e se afastará. “Ei, que teatrinho é esse, Helena?”, questionará ele.

Helena descobre que Luna “morreu”

“Você não sabe a falta que você e a Luna me fizeram”, dirá ela. Mário falará que Helena não conseguirá enganá-lo. “Eu só quero saber o que houve pra você abandonar a gente. Foi pra ter tudo isso?”, questionará ele. A ricaça dirá que não sabe do que o ex-marido está falando.

“Eu nunca abandonei vocês! Eu achava que…”, começará ela, mas Mário a interromperá. “Como que eu nunca percebi que cê era tão ambiciosa? Capaz de virar as costas pra sua família por dinheiro!”, esbravejará ele.

Helena falará que essa não é a história e contará sua versão. “Você não está entendendo, Mário. Eu não voltei pro México porque eu achei que você e a Luna tinham morrido! Que vocês tinham sido assassinados!”, falará ela. Em seguida, ela contará tudo que aconteceu no passado. Mas, Mário não acreditará. “Isso tá cada vez mais absurdo…”, dirá ele.

Numa outra conversa, Mário dirá que Luna morreu: “Onde ela tá?”, perguntará ela sobre a filha. Mário perguntará se ela quer mesmo saber. E, com a voz embargada, fará a revelação. “A Luna, a minha filha… Ela… Morreu…”. A ricaça ficará impactada e chorará.

“Morreu? Então, só você sobreviveu? Mário, me perdoa, eu me sinto tão culpada! Se eu soubesse que aquela gente ia fazer mal a vocês…”, dirá ela. “Ninguém fez mal à gente, só você! A Luna morreu esse ano, Helena, numa tragédia”. Helena cai em prantos. “Esse ano? Que tragédia? Me explica isso! Mário, eu imploro…”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desculpe, mas você não pode copiar o conteúdo desta página.