23/10/2021

Maranhão flexibiliza medidas de restrição sanitária

O Maranhão ampliou a flexibilização das medidas sanitárias de combate ao coronavírus no Maranhão. Pelo menos foi o que anunciou o governador Flávio Dino, na manhã desta sexta-feira (2), durante coletiva, e que essas novas medidas vigoram até o dia 12 de julho.

Nossas Rádios

Flávio Dino reforça, porém, que continua sendo de extrema importância o uso de máscaras.

Abaixo as medidas:

Maranhão

  • Eventos com até 150 pessoas;
  • Realização dos eventos até 0h;
  • Administração pública estadual: 80% da capacidade;
  • Igrejas: 70% da capacidade.

Ilha de São Luís

  • Grupo de risco vacinação poderá retornar ao trabalho após 30 dias (exceto gestantes). Setores público e privado;
  • Comércio e indústria das 9h às 21h;
  • Bares e restaurantes: até 0h;
  • Supermercados: das 6h à 0h;
  • Supermercados, academias, salões, bares e restaurantes: 70% da capacidade.

Antes de apontar as novas medidas, o governador Flávio Dino mostrou um gráfico que relaciona o percentual de vacinação com a taxa de mortes por Covid no Maranhão, entre abril e junho deste ano. “Os óbitos vão cando à medida que a vacinação vai subindo”, disse.

Já passa de 3 milhões o número de doses aplicadas no Estado. O governador também anunciou os pontos de aplicação da segunda dose da vacina contra Covid-19 em trabalhadores da segurança, salvamento e forças armadas, assim como os profissionais da Educação.

O governador também acrescentou que as aulas da rede estadual de ensino serão retomadas em agosto. Nas redes municipais vai depender da deliberação de prefeitos. Coronavírus no Maranhão A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou, em boletim divulgado na noite dessa quinta-feira (1º), que o Maranhão tem 9.065 mortes e 318.394 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desculpe, mas você não pode copiar o conteúdo desta página.