23/10/2021

“Milícia bolsonarista”? Em Juazeiro do Norte polícia dispersa manifestantes

Em cumprimento ao ato nacional de mobilizações contra o governo de Jair Bolsonaro (sem partido), ocorreu na manhã desse sábado (29), em Juazeiro do Norte, uma manifestação em protesto contra as atuais medidas do Governo Federal, bem como o pedido impeachment do presidente e agilidade no cumprimento do Plano Nacional de Vacinação (PNI). Apesar do cumprimento das medidas sanitárias e mantendo o distanciamento, a polícia esteve presente para dispersar os participantes do ato, cercando-os antes de chegarem a Praça Padre Cícero.

Com concentração iniciada as 8h, os manifestantes ocuparam a Praça da Prefeitura, com cartazes e faixas. Entidades e organizadores da mobilização no município firmaram com todos os participantes a manutenção das medidas protetivas contra Covid-19, exigindo o cumprimento do distanciamento social, uso obrigatório de máscaras e demais medidas sanitárias.

Protesto contra Bolsonaro em Juazeiro do Norte – Imagens Nívea Uchoa

A militante Ivaneide, que é integrante da coordenação do ato, informou que a programação inicial consistia em concentração em frente a Prefeitura, para posterior locomoção até a Praça Padre Cícero, no centro da cidade. Segundo ela, logo na chegada na chegada ao local, os manifestantes se depararam com policiamento em boa quantidade, sendo procurados no momento pelos profissionais de segurança para discutir se haveria aglomeração, e saber o que pretendiam efetuar no local. “Nós conversamos e firmamos de manter o devido distanciamento, bem como as normas sanitárias, pois estávamos ali lutando pela vida e ela passa exatamente pelo distanciamento e os cuidados sanitários”, disse a integrante da mobilização.

“Decidimos descer a rua São Pedro, até a Praça Padre Cícero, para garantimos o nosso direito de ir e vir, e claro com todos os cuidado de distanciamento. A polícia nos acompanhou por toda a caminhada, com pedidos para nos dispersarmos e nós tentando o tempo todo negociar. Antes de chegar na praça, eles nos cercaram pela frente e por trás, impedindo que o ato chegasse até lá. Porém, estávamos a um quarteirão de distância da praça, e já tínhamos cumprido o nosso objetivo, e acabamos encerrando o ato ali, pensando na segurança dos nossos camaradas e militantes”, disse.

A integrante da organização da mobilização disse ainda que, durante a caminhada e realização do protesto, todos os manifestantes foram bem recebidos pela população local e receberam apoio dos que ali passavam durante o ato.

Protesto contra Bolsonaro em Juazeiro do Norte – Imagens Nívea Uchoa

Em contato com a reportagem do Portal do Sólon Vieira, um participante do protesto questionou se a Polícia Militar em Juazeiro do Norte “não estaria agindo tal a milícia bolsonarista, intervindo em um movimento pacífico e ordeiro“, já que o prefeito municipal, Gledson Bezerra, ex-policial civil, não estaria reprimindo a ação dos opositores. Na opinião do protestante, que não quis se indentificar, “Gledson Bezerra é contrário ao isolamento social, mesma orientação dada por Jair Bolsonaro“. O reclamente lembrou ainda que “dada as devidas proporções, a PM juazeirense agiu como a Polícia Militar do Pernambuco, nos protestos em Recife, quando uma vereadora daquela Capital foi atacada com spray de pimenta”.

Fonte: Portal Badalo (adaptado)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desculpe, mas você não pode copiar o conteúdo desta página.