24/10/2021

Prefeitura de São Luís esclarece possível “turismo da vacina”: cadastro é para moradores da capital

O avanço da vacinação contra a Covid-19 em São Luís chama atenção não só de quem mora em outras cidades do Estado como também de quem vive fora do Maranhão. E claro, é motivo de orgulho para os ludovicenses.

Nossas Rádios

São relatos, em redes sociais, como: “aqui em São Luís já é realidade a vacina para os jovens” ou “a inveja da galera com mais de 28 anos de São Luís – MA tá grande (lá eles já estão vacinando)”.

Outra postagem diz: “queria dar um rolezim em São Luís com direito a vacina e mingau de milho”, que se refere ao Arraial da Vacinação promovido pelo governo do Maranhão. Procurada, a assessoria de Comunicação da Prefeitura de São Luís para pedir um esclarecimento sobre o chamado “turismo da vacina”.

Porém, foi informado à imprensa que o cadastro é somente para quem mora na capital. Um dos dados solicitados na plataforma #VacinaSãoLuís é o CEP, que precisa pertencer à capital.

Além disso, questionada sobre o movimento do turismo em São Luís, a Secretaria Municipal de Turismo (Setur) não citou nenhum aumento na taxa de ocupação hoteleira na cidade. Leia a nota na íntegra: “O cadastro na plataforma Vacina São Luís é específico para moradores da capital. Campos como o CEP, por exemplo, só são admitidos quando o endereço da pessoa é, de fato, registrado em São Luís.

E a Secretaria Municipal de Turismo (Setur) informa que a taxa de ocupação hoteleira da capital mantém-se estável.“ A imprensa também pediu esclarecimentos ao governo do Maranhão sobre a questão e aguarda retorno. É importante ressaltar que na vacinação contra Covid realizada pelo Estado é necessário apresentar, dentre outros documentos, o comprovante de residência.

*Com informações do portal Imirante (adaptado)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desculpe, mas você não pode copiar o conteúdo desta página.