22/10/2021

Roubos e furtos de veículos caem no Ceará

Conforme levantamento realizado pela Gerência de Estatística e Geoprocessamento (Geesp) da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp), os índices de roubos e furtos de veículos registraram reduções nos primeiros quatro meses de 2021, se comparado ao mesmo período do ano passado.

Em relação aos roubos, dados apontam que o Ceará registrou 3.810 veículos subtraídos em ações criminosas mediante o uso de violência, todavia, de janeiro a abril deste ano, este número caiu para 2.754, representando uma retração de 27,7%. No que diz respeito aos furtos, houve uma diminuição de 1.576 para 1.126, ou seja, uma baixa de 28,6%.
Sandro Caron, secretário de segurança do estado, considera que números como os que foram apresentados resultam de trabalhos ostensivos e investigativos intensificados com o objetivo de frear a atuação de grupos criminosos nos municípios cearenses.


Ainda segundo ele, o uso de “estratégias simultâneas” e de ferramentas como o “Agilis” – sistema capaz de integrar inúmeros bancos de dados utilizados para a identificação de veículos automotores que tenham sido usados em práticas criminosas ou que tenham ligação com alguma pessoa em conflito com a lei – foram responsáveis por uma série de apreensões e recuperações de veículos, além de capturas de pessoas envolvidas nesse tipo de crime.
O titular da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) revela que a intensificação dessas ações, aliada às inovações tecnológicas proporcionadas pela inteligência artificial, ocasionou em mais de 11 mil capturas de pessoas acusadas de envolvimento em crimes no primeiro quadrimestre deste ano, no Ceará.


Tecnologia
Além do Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia) – que possui mais de 3.300 câmeras espalhadas pelo território pelo estado auxiliam na atuação da polícia em tempo real durante as ocorrências – o efetivo de segurança cearense dispõe do sistema Agilis, lançado pela SSPDS no último dia 20, em comemoração à semana de 24 anos da pasta. Caron destaca a praticidade e a maneira didática com que a ferramenta se apresenta, visto que conta com mapas interativos, imagens, ícones e diversas informações à disposição dos usuários.


De acordo com a SSPDS, em abril deste ano, período em que a ferramenta estava em processo de testes, o Agilis efetuou 83 milhões de capturas de placas de veículos no Ceará. Neste mês, após a flexibilização das medidas restritivas de combate à Covid-19, por meio da aplicação de um novo decreto estadual pelo governador Camilo Santana (PT), a ferramenta já realizou mais de 100 milhões de leituras de placas no Ceará.


Estatística enaltecida pelo superintendente da Supesp, Helano Matos. “O Ceará vem eficazmente reduzindo vários tipos de crimes, como por exemplo, os roubos e os furtos de veículos. A segurança pública moderna, eficaz e baseada em dados e metodologias têm dado resultado”, salienta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desculpe, mas você não pode copiar o conteúdo desta página.