08/12/2021

Sai Drica, entra Marjorie em Império: relembre as trocas mais bizarras de atores durante novelas brasileiras

Foi exibida nesta última semana uma das trocas consideradas mais bizarras da história de novelas brasileiras. Na reapresentação de Império, foi possível rever o momento em que Cora, personagem originalmente interpretada por Drica Moraes, volta para a novela totalmente rejuvenescida. 

Na ocasião, Drica Moraes teve que deixar a novela repentinamente por conta de um problema de saúde, o que permitiu o autor Aguinaldo Silva fazer um rearranjo para que a personagem importante não fosse retirada da história. Marjorie Estiano, que interpretou a personagem na primeira fase, volta com uma versão rejuvenescida de Cora. É por isto que vamos rebobinar a fita e ir para o baú conhecer em quais novelas foi dado o mesmo andamento para certos personagens:

O Clone (2001)

Esta troca ocorrida em O Clone foi bastante curiosa. Isto porque, Débora Falabella interpretava a personagem Mel quando, durante as gravações, precisou se afastar por ter contraído meningite. A solução foi chamar nada mais, nada menos do que a própria irmã de Débora, que também é atriz. Cynthia Falabella se caracterizou igual a irmã e a personagem foi internada em uma clínica de reabilitação. Quando retorna da clínica, Débora Falabella retoma o papel e tudo volta ao normal.

As atrizes são irmãs e a semelhança entre elas ajudou na época do imprevisto em O Clone (Foto: Divulgação)

Velho Chico (2016)

Diante da morte do ator Umberto Magnani, que interpretava o padre Romão na primeira fase da novela, o trio de autores Benedito Ruy Barbosa, Edmara Barbosa e Bruno Luperi precisaram de inventar uma ida repentina do padre para assumir uma outra paróquia. Assim, o papel do padre da cidade passa a ser interpretado por Carlos Vereza.

Umberto Magnani faleceu e, com isto, Carlos Vereza assumiu o posto de padre de Velho Chico (Foto: Divulgação)

As Aventuras de Poliana (2019)

Por conta da gravidez de Milena Toscano, a autora Iris Abravanel decidiu que trocaria a intérprete da personagem Luiza no meio da novela. Assim, em um mesmo capítulo, é exibida uma cena na qual a personagem é interpretada por Milena e vai para o quarto se arrumar mas, quando sai do quarto, passa a ser interpretada por Thaís Melchior. 

Milena Toscano saiu para que Thaís Melchior ficasse no lugar em As Aventuras de Poliana (Foto: Divulgação)

O Primeiro Amor (1972)

O elenco de O Primeiro Amor sofreu um duro golpe no dia 18 de agosto de 1972, a apenas 28 capítulos do final da novela: Sérgio Cardoso, o protagonista da novela, faleceu vítima de um ataque cardíaco. A morte do ator gerou comoção nacional. Para substituí-lo, foi convocado Leonardo Villar. Sua primeira cena foi ao ar no capítulo 200, com uma singela homenagem a Sérgio Cardoso.

Após a morte de Sérgio Cardoso, Leonardo Vilar o substituiu em O Primeiro Amor (foto montagem: Portal do Sólon Vieira)

A imagem no vídeo foi congelada após o ator deixar um aposento. Reunido com o resto do elenco no palco do Teatro Fênix, o ator Paulo José leu um texto anunciando a mudança e relembrando a trajetória de Sérgio Cardoso no teatro e na televisão, e explicou que, a partir daquele momento, Leonardo Villar, amigo pessoal de Sérgio Cardoso, dos tempos do Teatro Brasileiro de Comédia, passava a substituir o colega, como forma de homenageá-lo.

Em seguida, a cena prosseguiu e, quando a porta do aposento se abriu novamente, Leonardo Villar entrou em cena, já como o professor Luciano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desculpe, mas você não pode copiar o conteúdo desta página.