27/11/2021

São Luís divulga lista de escolas com retorno de aulas em 16 de agosto

A Secretaria Municipal de Educação de São Luís (Semed), divulgou a lista de escolas que irão voltar às aulas presenciais a partir do dia 16 de agosto. Segundo a pasta, as escolas serão divididas em grupos e a ocupação das salas de aula se limitará à metade da capacidade.

Pelo menos 50% dos alunos terão aulas presenciais em uma semana e aulas remotas na seguinte, alternando os dois grupos de estudantes dentro deste modelo híbrido que tem sido adotado em todas as cidades brasileiras, tanto na rede pública quanto privada, que já retomaram as atividades escolares de forma presencial.

Dessa forma, na semana em que estiverem em casa, os alunos terão atividades on-line. Para aqueles que têm dificuldade para acesso à internet, as atividades serão impressas e entregues na própria unidade de ensino em que ele é matriculado.

Este modelo será usado apenas para os alunos do Ensino Fundamental (1º ao 9º ano). No caso da Educação Infantil (3 a 5 anos), as aulas retornam de forma presencial em todas as unidades de ensino por causa das especificidades do processo de ensino deste grupo e também para facilitar a rotina das famílias.

As escolas que retornarão com o ensino híbrido a partir de 16 de agosto são:

  • U.E.Bs. Senador Miguel Lins (anexo), no bairro Ipase de Baixo;
  • Mary Serrão Ewerton, em Pedrinhas, na Zona Rural;
  • Pedro Marcosini Bertol, Jaracati;
  • Alberto Pinheiro (anexo infantil), Centro;
  • Governador Jackson Lago, Cidade Operária;
  • Sofia Silva, Vila Passos;
  • Tom e Jerry (anexo Balão Mágico), no Vinhais;
  • Professor Mata Roma, Cidade Operária;
  • Rubem Teixeira Goulart, Cohab;
  • Dr. Carlos Macieira; Bairro de Fátima;
  • Paulo Freire, Liberdade;
  • Laura Rosa, Cidade Operária;
  • Ronald de Carvalho, Divinéia.

Também retomam suas atividades de forma presencial, a Escola Municipal de Música de São Luís (EMMUS), no Centro Histórico; e a Escola Casa Familiar Rural, no bairro Santa Helena, na Zona Rural. As demais unidades retomam suas atividades à medida que forem adaptadas aos novos modelos de ensino e protocolos sanitários.

Protocolos sanitários

De acordo com a Semed, as escolas foram adequadas para atender aos novos protocolos sanitários com a instalação de estações de lavagem das mãos na entrada das unidades, dispenser de álcool em gel na porta de todas as salas de aula, sinalização para informar quanto à necessidade do uso de máscara, do distanciamento social e outras medidas necessárias para o combate ao novo coronavírus.

Também será feita a medição da temperatura dos alunos e profissionais antes do acesso à escola. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desculpe, mas você não pode copiar o conteúdo desta página.