28/11/2021

Treta entre Juliana Paes e Samantha Schmütz pegou muito mal na Globo

Não pegou nada bem dentro da Globo a treta entre Juliana Paes e Samantha Schmütz. O fato de a humorista ter mandado uma mensagem para a atriz e ela ter exposto nas redes sociais acabou criando um racha entre parte do elenco da emissora. E o canal não gosta do envolvimento das suas estre com política.

Nossas Rádios

A fala de Juliana caiu muito mal entre a direção da Globo, que, no momento, acredita que não poderá reprisar uma trama estrelada por ela tão cedo. Em tempos incertos sobre a programação da emissora com reprises sendo colocadas no ar há um ano, não foi de “bom tom” que uma das grandes estrelas da casa e protagonista de vários projetos entrar em uma polêmica tão grande. Mesmo quem apoia a atriz entende que o momento é que ela fique um pouco na geladeira até acalmar os ânimos dos colegas. Tudo para que não haja um constrangimento num trabalho. Por ora, Juliana deve ficar longe de qualquer participação na emissora.PUBLICIDADE

Uma das grandes preocupações da Globo, por exemplo, é com a estreia do The Voice Kids, comandado por Márcio Garcia. O apresentador do reality já teve sua imagem atrelada ao governo Bolsonaro e demorou para ser “esquecido” e recuperar parte do seu prestígio com oposicionistas. Quando quase ninguém mais lembrava do seu apoio ao presidente, o novo apresentador do The Voice Kids responde ao comentário de Juliana apoiando suas falas e volta a ser lembrado por suas escolhas políticas. Com isso, um ranço de certa parte do público cresce e acaba afetando o engajamento do programa nas redes sociais. Para a emissora, Márcio pecou em tomar esse posicionamento às vésperas da estreia da nova temporada da atração.

De acordo com os “Princípios Editoriais do Grupo Globo”, os jornalistas devem se abster de expressar opiniões políticas, promover e apoiar partidos e candidaturas, defender ideologias e tomar partido em questões controversas e polêmicas que estão sendo cobertas jornalisticamente pelo Grupo Globo. Em síntese, esses jornalistas não devem nunca se pôr como parte do debate político e ideológico, muito menos com o intuito de contribuir para a vitória ou a derrota de uma tese, uma medida que divida opiniões, um objetivo em disputa. Isso inclui endossar ou, na linguagem das redes sociais, “curtir” publicações ou eventos de terceiros que participem da luta político-partidária ou de ideias.

Esses preceitos nunca foram aplicados ao restante dos profissionais oficialmente, mas a Globo nunca escondeu que não gosta que seus artistas se envolvam em questões políticas. Desde 2018, no entanto, a emissora tem fechado os olhos para esse preceito e deixado que seu elenco e até os jornalistas emitam suas opiniões. O problema é quando começa uma treta entre os seus funcionários, que foi o que aconteceu no caso entre Juliana e Samantha, acaba envolvendo um monte de atores, diretores e autores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desculpe, mas você não pode copiar o conteúdo desta página.